Fim do Firefox está próximo?

Sempre fui um grande fã do Firefox. É um browser rápido e seguro para o usuário comum e um ótimo browser para quem trabalha com desenvolvimento web.

Com o lançamento do Chrome, o Firefox parou de ser distribuído como browser padrão nos pacotes de software do Google e com isso teve seu orçamento prejudicado, que é sustendado em grande parte pelo Google.

De lá pra cá, os releases do Firefox têm sido cada vez mais demorados. Houve uma confusão com o lançamento da versão 3.1 sendo alterada para 3.5, pulando uma versão mas agregando mais recursos. Pode ter sido uma jogada de marketing, uma tentativa de ganhar tempo, não sei, só sei que já perdi as contas de quantas vezes os lançamentos foram adiados.

A flexibilidade do Firefox é ótima, é um grande exemplo de um software modular com os seus complementos, temas e configurações avançadas. Em relação aos IEs, ainda é um browser leve, mas se compararmos ao Chrome, é um monstro comedor de memória.

Como prova, é só reparar no marketing que a Mozilla está fazendo para a nova versão do seu browser: “30% mais veloz que a versão anterior”, isso porque eles não podem dizer que é mais veloz que o Chrome, Safari, Opera, ou até o novo IE 8.

O Chrome tem um baixíssimo consumo de memória, sua arquitetura baseada em processos o torna mais seguro e estável, sem falar que é mais rápido para executar scripts e renderizar páginas, o que facilita a utilização de aplicativos web.

Por isso tenho a impressão de que o Firefox não terá uma longa vida se não começar a evoluir mais rápido. O Chrome já tem um suporte primário a customização através de user scripts e extensões, mas a instalação destes complementos ainda não é prática, o processo ainda é muito manual e não há um canal de distribuição.

Até onde eu sei eles estão trabalhando para melhorar isto, algo que não deve demorar muito, e quando começar imagino que o Chrome comece a ganhar cada vez mais espaço. Um ponto interessante é a idéia de fazer com que os complementos possam ser instalados sem que o browser seja reiniciado.

Vale lembrar também que versões do Chrome para Mac e Linux estão no forno, já existem versões instáveis e não deve demorar muito para que se estabilizem.

Alguns projetos experimentais da Mozilla também parecem desperdício de tempo. O primeiro exemplo disso é o Personas, algo um pouco mais avançado que os temas que já existem, mas sem muito mais graça. Gostaria de ver mais esforços no browser do que neste tipo de projeto.

Não vou me admirar se a comunidade open source que se dedica ao Firefox começar a migrar para o Chromium. Imagino que seja mais fácil deixar o Chromium flexível do que deixar o Firefox leve.

Morte ao IE 6

O Internet Explorer já deu muita dor de cabeça, principalmente o 6, está na hora de seguir em frente.

Se dependesse apenas de mim, ele já estaria extinto da face da web, ou pelo menos eu não daria suporte a este browser nos meus projetos.

Infelizmente a adoção de browsers novos é lenta, o IE6 vem junto com o XP, muita gente não sai do XP porque o Vista tem lá os seus problemas, um Mac é caro, o Linux é difícil, e por aí vai…

Se você descarta um browser popular, pode se preparar para reclamações e saber que estará perdendo boa parte do seu potencial de acessos.

Então estou aqui para fazer um apelo em nome de todos que trabalham com web, em nome do desenvolvimento da web e em meu próprio nome para que você largue este browser obsoleto e abra a sua mente para novos horizontes.

Para não deixar ninguém na mão, eis algumas opções:

  • utilize o Chrome, powered by Google, um browser extremamente leve e rápido;
  • use o Firefox, não é tão leve quanto o Chrome, mas é altamente customizável através de complementos, seguro e muito mais rápido que qualquer IE;
  • o Opera também é muito bom, bastante leve e rápido, mas como é pouco popular, alguns sites falham nele;
  • nunca usei o Safari, mas pelo que leio parece muito bom, e mesmo se não for, qualquer coisa é melhor que o IE 6;
  • em último caso, se você for muito teimoso, atualize o seu IE 6 para o 7, ele é mais agradável e tem abas!

Para quem quiser aderir ao impeachment do IE, estes links podem ajudar.

http://iedeathmarch.org/
http://ie6.forteller.net/index.php?title=Main_Page